Suspeito de latrocínio contra dono de pet shop é alvo de operação da polícia em Santa Tereza do Oeste

A vítima foi encontrada com uma corda enrolada no pescoço e um ferimento na cabeça

A Polícia Civil do Paraná está nas ruas desde as primeiras horas desta quinta-feira (17) para cumprir cinco ordens judiciais em razão de um latrocínio ocorrido na madrugada do dia 17 de agosto de 2019, no bairro Fazendinha, em Curitiba.

Além disso, a investigação ainda apurou que o suspeito, semanas após o cometimento do crime, mudou-se para o Estado de Santa Catarina, no intuito de dificultar a sua localização.

Os policiais civis estão cumprindo simultaneamente quatro mandados de busca e um de prisão preventiva contra o suspeito, em Santa Tereza do Oeste, na região Oeste do Estado.

Crime

A vítima Elias Alves Bezerra foi encontrada com uma corda enrolada no pescoço e um ferimento na cabeça. Após o crime, o suspeito subtraiu objetos eletrônicos e fugiu com o veículo da vítima.

O carro foi encontrado no mesmo dia em Guarapuava, na região sudoeste do estado. O suspeito do crime teria se envolvido em um acidente, mas abandou o veículo e fugiu. No interior do carro foram localizados alguns dos objetos levados pelo indivíduo.

Investigações

A PCPR ouviu testemunhas e familiares da vítima, mas nada de relevante sobre o caso havia sido encontrado para auxiliar na identificação do suspeito. Em janeiro deste ano, uma pessoa procurou a PCPR informando detalhes que auxiliaram nas investigações.

Após intensas diligências, a PCPR descobriu que a vítima teria marcado na própria casa com o suspeito, morador de outro município do Paraná. Ainda nas investigações, foi apurado que o homem residia no Oeste do Estado e que após o crime teria percorrido a rota para casa, mas acabou sofrendo um acidente. O indivíduo teria tido a ajuda da mãe, durante a fuga de Guarapuava para Santa Tereza do Oeste.

Colaboração Polícia Civil