Suspeitos de esfaquearem homem e abandonarem criança se apresentam à polícia

Os dois suspeitos de atacarem um homem com facadas no último fim de semana se apresentaram espontaneamente à Polícia Civil na manhã desta terça-feira (21). Acompanhados do advogado, um adulto e um adolescente assumiram ter esfaqueado o homem e acusaram a vítima de ter praticados crimes sexuais contra menores de idade.

De acordo com a delegada Camila Cecconello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os dois alegaram que o adolescente teria dado as facadas na vítima. “Nós temos depoimentos de testemunhas dizendo que ambos agiram juntos e que o maior teria dado as facadas”, comenta. Ela também esclareceu que ainda não havia mandados de prisão e de busca e apreensão contra a dupla e, por não se tratar mais de flagrante, ambos foram liberados após prestarem depoimento.

A autoridade policial também revelou que os dois alegaram que o crime foi motivado por “crime grave contra uma menina da família”, sem entrar em detalhes porque o caso segue sob segredo de Justiça. No entanto, o Tribuna da Massa revelou que a vítima das facadas teria abusado sexualmente de familiares dos suspeitos, incluindo de crianças. “Na versão deles, eles descobriram isso no dia do crime e, no calor da emoção, foram na casa da vítima e deram as facadas”, complementa.

A vítima da tentativa de homicídio foi atingida por quatro facadas no pescoço e no tórax e continua em observação no hospital, ainda sem prazo para receber alta. A delegada também disse que já colheu o depoimento desse homem informalmente, mas aguarda a alta médica para que ele seja ouvido na delegacia.