Túmulo de adolescente vítima de homicídio em Sarandi é violado

Objetos enterrados com o adolescente foram furtados

O túmulo do adolescente Crystofer Eduardo Fernandes, de 16 anos, que foi executado a tiros na noite da última quinta-feira (1º), foi violado na madrugada deste domingo (04), no cemitério municipal de Sarandi.

Segundo a Polícia Militar, o crime só foi percebido pela manhã, quando os funcionários perceberam o túmulo aberto.  A Polícia Militar foi acionada, mas ninguém foi preso. Um funcionário, que preferiu não se identificar, contou que no dia do enterro familiares e amigos colocaram alguns pertences, como correntes, bonés e pipas sobre o caixão, e acredita que esses objetos foram furtados.

O crime

Crystofer Eduardo Fernandes, de 16 anos, foi assassinado com sete tiros no final da noite de quinta-feira (01) no Conjunto Habitacional Governador José Richa, em Sarandi.  De acordo com os relatos iniciais sobre o crime, dois homens em uma moto pararam de frente a casa e chamaram por Fernandes. Quando a vítima saiu para atender, foi surpreendido pelos disparos.

Antes de fugir, os atiradores arrombaram a porta da residência e arrastaram a namorada da vítima para fora do imóvel. Equipes da Polícia Milita e da Guarda Municipal passaram a realizar rondas, e durante as buscas conduziram três suspeitos para a Delegacia de Polícia Civil. Dois destes suspeitos foram presos após uma intensa perseguição. A motivação do crime ainda não foi esclarecida, mas tudo indica que seja relacionada ao tráfico de drogas. A equipe da Guarda Municipal localizou ainda uma quantidade de drogas nas imediações do local do crime. Um dos detidos é um adolescente.

Veja mais detalhes do caso na reportagem do Maringá Urgente desta terça-feira (6):