Bolsonaro fala em adiar filiação ao PL enquanto partido se aproximar de Lula

O presidente Jair Bolsonaro colocou em dúvida a filiação ao Partido Liberal mesmo depois de ter confirmado que a assinatura seria no dia 22 de novembro. Na manhã deste domingo (14), o presidente falou sobre os motivos para adiar o ingresso na nova sigla. A declaração foi dada durante a visita a Dubai, nos Emirados Árabes, antes do evento Dubai Air Show.

Uma das alegações de Bolsonaro para atrasar a filiação é a aproximação de parte do partido com legendas da esquerda, que devem apoiar Lula nas eleições de 2022. Mesmo longe do Brasil, Bolsonaro ligou para Valdemar da Costa Neto, que é o presidente da sigla, e reclamou sobre a postura da direção partidária.

O presidente deixou claro a ele que se o partido insistir em liberar os filiados para apoiarem a candidatura do ex-presidente Lula na disputa do ano que vem ele não irá para o PL. O senador Flávio Bolsonaro, que também está em Dubai, disse que esse tipo de concessão e aproximação é inegociável. “Só vale depois que eu assinar embaixo. Enquanto não assinar não vale”, conta.

Informações do SBT News.