Cascavel investe para ter 100% de coleta e tratamento de esgoto em 2022

Cascavel será a primeira cidade paranaense a atingir 100% da população atendida pela rede coletora de esgoto. Em evento no município, o governador Carlos Massa Ratinho Junior apresentou nesta sexta-feira (5) um plano de obras para concretizar essa meta. Ele também entregou 69 veículos para os 25 municípios da 10ª Regional de Saúde.

Atualmente, a população já é inteiramente atendida pelo sistema de abastecimento de água. Já com relação à coleta de esgoto, o percentual é de 98%. Com as novas obras, esse número chegará aos 100%. Segundo a Sanepar, serão 329.554 pessoas beneficiadas pelo sistema.

“Hoje é um dia histórico para Cascavel. Estamos anunciando 100% de coleta e tratamento de esgoto, algo que poucas cidades do mundo têm. É um diferencial para a saúde pública e para a qualidade de vida do cidadão, colocando o Paraná em outro patamar. Temos uma média de 83% de tratamento e coleta de esgoto no Estado, um índice de país europeu. Mas estamos fazendo muitas obras para melhorar esse índice ainda mais”, afirmou Ratinho Junior.

No planejamento, foram anunciadas obras que visam à ampliação do sistema de coleta e tratamento do esgoto, somando investimentos de R$ 9,68 milhões. Nesse pacote de ampliação, estão previstos 29,1 mil metros de redes coletoras de esgoto, 3.627 ligações domiciliares de esgoto, uma estação elevatória de esgoto e 7.250 metros de linha de recalque e de coletores de esgoto. A expectativa é finalizar as obras até o final de 2022.

Serão beneficiados mais de 12 mil moradores dos bairros Julieta Bueno, Melissa, Brasmadeira, Lupatini, Interlagos, Tocantins e Garbin e dos loteamentos Santa Fé, Piovesan, Quatro Estações, Jaborá, Barcelona, Positano, Mirante e Gralha Azul.

“Tudo o que a Sanepar coleta é tratado. Isso é muito importante frisar, porque hoje apenas um município no Brasil faz coleta e tratamento de 100% do esgoto. Cascavel será o segundo até o final do ano que vem. Isso é saúde preventiva. O sentido da existência da Sanepar é esse: alcançar a universalização da água e de esgoto sanitário”, afirmou Cláudio Stábile, presidente da Sanepar.

Além do planejamento para o futuro, também foi entregue a modernização do Sistema de Abastecimento de Água, já concluída. Os investimentos, que somam R$ 88,6 milhões, ampliam em 25% a capacidade de produção e distribuição de água da cidade, beneficiando toda a população. As obras incluíram a captação de água no Rio São José e a reforma e ampliação da estação de tratamento de água.

O prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, destacou que o anúncio é um presente de aniversário para a cidade, que completa 70 anos no dia 14 de novembro. “Não é egoísmo querer chegar aos 100%. 98% está ótimo, mas o importante é que estaremos em uma seleta galeria de poucas cidades do mundo que têm 100% de tratamento e coleta de esgoto. Com isso, vamos abrir a possibilidade de buscar recursos em fundos nacionais e internacionais que investem em cidades que têm esse cuidado com o saneamento”, ressaltou.

Atualmente, a estrutura do Sistema de Abastecimento de Água da Sanepar em Cascavel é composta por quatro captações superficiais (rios Cascavel, Peroba, Saltinho e São José), 16 captações subterrâneas (poços), uma estação de tratamento de água e 20 reservatórios com capacidade de armazenamento de 35,5 mil metros cúbicos de água. Já o Sistema de Esgoto Sanitário integra quatro estações de tratamento (ETE Oeste, ETE Sul, ETE Norte e ETE Melissa) e quatro estações elevatórias de esgoto.

Informações da Agência Estadual de Notícias,