Idoso de 80 anos é encontrado morto com marcas de violência dentro de casa

Um crime brutal cercado de mistérios, foi o que aconteceu com o idoso Oscarlino Bento de Souza de 80 anos. Ele morava sozinho na Rua José Stella no Conjunto Maria Cecília, região norte de Londrina. Na noite desta terça-feira ele foi encontrado morto com diversos ferimentos pelo corpo e uma das portas da casa foi arrombada. Os levantamentos feitos pela polícia militar e as autoridades que estiveram no local, indicam latrocínio, que é o roubo seguido de morte.

O idoso morava nesta residência a mais de 40 anos e ele era bastante conhecido no bairro, a vizinhança ficou chocada com o ocorrido. Segundo informações, a família teve o último contato com ele na tarde do último domingo e na noite de hoje, o filho veio até o local e acabou se deparando com o pai morto em um dos cômodos da casa. 

“Por pelo menos dois ou três cômodos do interior da residência né. As lesões vão ser devidamente apontadas agora junto os exames que vão ser feitos Instituto Médico Legal, que vai indicar além do número de lesões, a localização de cada uma delas e o que é mais importante para a investigação, quais os tipos de instrumentos que geraram estas lesões. De posse dessas informações que vão ser obtidas junto aos o exame de necropsia que vai ser realizado, já dá um caminho na investigação, para que a autoridade policial possa começar a fazer as investigações.” Afirmou o perito criminal Luciano Bucharles.

A porta arrombada e a casa toda revirada são os primeiros indícios de um latrocínio, a polícia agora tenta investigar se foi levado algum objeto da residência.

“De modo geral a boa técnica policial de investigação, diz que você não pode excluir todas as possibilidades, mas assim num primeiro momento em virtude da violação de obstáculos da própria estado em que estava a vítima, a situação mais provável que alguém tem entrado no imóvel para praticar um furto e infelizmente acabou dando de cara ali com a vítima né, não dá ainda para saber se houve algum tipo de reação por parte da vítima ou não, e aí acabou resultando a morte aqui do proprietário do imóvel.“ Afirmou o perito criminal Luciano Bucharles.

Os exames de necropsia vão apontar a quanto tempo o corpo estava na residência, isso será fundamental durante as investigações da polícia. 

“São os anos que vão ser feitos também junto ao Instituto Médico Legal né, que leva em consideração alguns fatores temperatura corporal, estado de rigidez, etc. E aí sim tentar apontar e repassar essas informações, essa informação muito útil para ser o máximo de precisão possível um horário, uma Estimativa de horário da Morte, inclusive na tentativa de buscar a câmera de segurança algumas as informações aqui nas redondezas né, é de suma importância que seja repassada a autoridade policial uma precisão com o máximo de segurança possível né, de um horário desse óbito.” afirmou o perito criminal Luciano Bucharles.

O bom relacionamento com a vizinhança também poderá auxiliar no trabalho da polícia a partir de agora qualquer informação será fundamental para esclarecer esse crime praticado. 


“As informações iniciais dão conta de que era uma pessoa de um relacionamento assim com os vizinhos né, como nós falamos determinando mais ou menos uma faixa de horário que pode ter acontecido esse crime, você tem não só os vizinhos como fonte de informação né, mas especialmente câmera de segurança né, hoje você tem que ter mais segurança espalhadas pela cidade inteira, especialmente câmeras de vigilância de casas né, câmeras de monitoramento dos órgãos municipais né, então assim sabendo mais ou menos o horário do fato é possível ser obtidas as primeiras imagens de câmeras de segurança que possam auxiliar na identificação do autor ou os autores dessa morte.” Afirmou o perito criminal, Luciano Bucharles.