Moro diz que não desistiu “de nada” e descarta candidatura a deputado federal

BRASÍLIA (Reuters) – O ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro afirmou nesta sexta-feira não ter desistido “de nada” e descartou concorrer a deputado federal nas eleições de outubro, conforme tem sido especulado após sua filiação na véspera ao União Brasil.

“Preciso esclarecer a todos que eu não desisti de nada, muito menos do meu sonho de mudar o Brasil. Pelo contrário, sigo firme na construção de um projeto para o país”, disse Moro, que na véspera havia divulgado nota na qual dizia que “no momento” abria mão de sua pré-candidatura à Presidência da República.

“Não serei candidato a deputado federal”, reforçou, em outro momento de sua fala.

Na véspera, o deputado federal pelo União Brasil Alexandre Leite (SP) havia dito que Moro se filiaria ao partido para se candidatar a deputado federal por São Paulo.

Moro – que deixou o Podemos para se filiar ao União Brasil – defendeu ainda nesta sexta “com urgência” a união de nomes que pretendem concorrer ao Palácio do Planalto do que ele chama de centro democrático em torno de um projeto para enfrentar os extremos que seriam o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Fui a primeira liderança a fazer esse gesto político em prol da unificação do centro democrático”, disse.

“Friso, não colocarei meus interesses pessoais à frente dos interesses do país. Precisamos de outros atos de desprendimento, de Luiz Felipe D’Ávilla, de João Doria, de Eduardo Leite, Simone Tebet, André Janones e de lideranças partidárias para fazer prosperar essa articulação democrática”, reforçou.

O ex-juiz da operação Lava Jato e ex-ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro reafirmou que entrou no União Brasil para ser um “soldado” do novo partido.

Moro tem aparecido nas pesquisas de intenção de voto ao Palácio do Planalto em terceiro lugar.

Pesquisa Datafolha realizada neste mês mostrou Moro com 8% das intenções de voto, contra 43% de Lula e 26% de Bolsonaro no cenário principal.