Quadrilha suspeita de estelionato é presa em flagrante em Ponta Grossa

Uma quadrilha suspeita de estelionato e associação criminosa foi presa em flagrante nesta terça-feira (14) em uma agência bancária na região do Sabará, no bairro Chapada, em Ponta Grossa.

No momento da abordagem, a quadrilha iniciava a abertura de uma conta com a utilização de documentos falsos, para o recebimento de valores suspeitos.

Segundo a Polícia Civil do Paraná (PCPR), uma das integrantes do grupo criminoso é uma mulher, que teria sido agenciada na cidade de São Paulo e foi até Curitiba para tentar abrir uma conta. Após a ação, os suspeitos seguiram para Ponta Grossa, onde acabaram identificados e presos.

A mulher teria recebido um comprovante de endereço falso, e se deslocou com o grupo até a agência bancária. Para participar do crime, ela receberia aproximadamente R$15.000 mil, deixando a conta disponível para o recebimento de valores de origem ilícita.

Um dos envolvidos estava foragido desde outubro de 2020 com um mandado de prisão em aberto, expedido pela Comarca de Curitiba, condenado por outro crime de estelionato.

Os mesmos documentos já haviam sido utilizados para abertura de contas em outros estados. As investigações seguem para apurar o envolvimento de outras pessoas e a origem dos valores que seriam movimentados nas contas bancárias.

Os suspeitos, de 40, 49, 55 e 65 anos vão responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa, podendo pegar até oito anos de prisão.

Informações da PCPR