Rússia confirma primeiro caso de varíola dos macacos

Autoridades sanitárias da Rússia confirmaram, nesta terça-feira (12), a identificação do primeiro caso de varíola dos macacos no país. Segundo a agência de saúde Rospotrebnadzor, a infecção trata-se de um jovem que compareceu ao centro médico com erupções cutâneas, poucos dias após retornar de uma viagem pela Europa.

“O círculo de pessoas que teve contato (com o paciente) foi identificado”, disse a Rospotrebnadzor, acrescentando que o caso foi isolado pelas autoridades de saúde e que os cidadãos que tiveram contato com o jovem serão monitorados.

A varíola dos macacos é endêmica em algumas regiões da África, mas vem registrando uma explosão de casos simultâneos no mundo. Conforme balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 6 mil infecções da doença já foram notificadas este ano, tendo como epicentro países da Europa. 

Devido ao alto número de casos, o Comitê de Emergência da OMS marcou uma reunião sobre a varíola dos macacos para determinar a gravidade da crise sanitária provocada pela doença. O encontro, programado para o dia 18 de julho, também deverá contar com negociações para aumentar a produção e distribuição de vacinas.

Informações de SBT News