Saiba como usar o 5G que oficialmente acaba de chegar ao Brasil

O 5G puro está entre nós e a primeira cidade a receber a tecnologia de conexão foi Brasília, mas aos poucos outras capitais e depois cidades deve começar a oferecer o recurso.

Atualmente algumas empresas têm um serviço que elas já chamam de 5G, porém nesse momento trata-se de uma adaptação de equipamentos 4G para oferecer uma experiência superior.

A tecnologia pura vai disponibilizar uma velocidade que pode chegar a até cem vezes maior que a atual. Além disso existem outras questões técnicas que devem abrir novas oportunidades de conectividade e melhorar a experiência que temos hoje com a grande rede. É um novo salto na internet, como já tivemos em outros momentos da história.

Para o leitor entender, é como uma estrada que tem um tráfego intenso de carros, e que agora vai contar com faixas adicionais para desafogar o trânsito e deixar a via mais rápida.

Além da velocidade, poderemos ver avanços em outras áreas, principalmente a indústria, onde equipamentos poderão se conectar entre si de uma forma mais rápida e eficiente, e soluções de cidades inteligentes que poderão monitorar dezenas de indicadores coletados por sensores espalhados pela cidade.

Mas como usar essa novidade?

O primeiro passo é acompanhar na Anatel quais são as cidades que irão oferecer a tecnologia 5G, que depende da instalação de antenas e equipamentos que garantem essa alta velocidade. De acordo com a agência, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa devem ser as próximas. Cidades menores poderão ter que esperar alguns anos até que essa implantação aconteça.

Depois você precisará ter um chip especial fornecido pela sua operadora de celular, que deverá ser colocado num aparelho que já seja homologado para o 5G: até o momento cerca de 60 aparelhos já possuem essa homologação no país.

Aí com essa junção de fatores será possível aproveitar os benefícios que o 5G irá trazer para os consumidores, empresas e serviços públicos.

Informações de SBT News