Saques da poupança somam R$ 12,7 bilhões em julho, diz BC

O número de saques procedentes das poupanças em contas bancárias atingiu o maior nível desde 1995. Segundo dados do Banco Central, divulgados na quinta-feira (4), foram mais de R$ 12,7 bilhões retirados no mês de julho, cifra significamente maior do que o registrado em junho (R$ 3,75 bilhões), e o dobro em relação ao mesmo período de 2021 (R$ 6,37).

No total, R$ 290,4 bilhões foram depositados nas contas poupança durante o mês de julho. Considerado o rendimento de R$ 6,2 bilhões, o saldo somou pouco mais de R$ 1 trilhão. Já no acumulado do ano, a poupança contabilizou R$ 63,15 bilhões em retiradas, volume que supera todo o ano de 2015, o mais negativo da série histórica com – R$ 53,56 bilhões. 

O número recorde de saques acontece após grandes depósitos feitos em 2020, início do auxílio emergencial. Com a retomada econômica – após a crise da pandemia de covid-19 – e a escalada da inflação, a tendência de resgate tende a continuar nos próximos meses, uma vez que a maioria dos brasileiros está precisando mexer nas economias para quitar dívidas e consumir no dia a dia.

Informações de SBT News