Saúde recomenda segunda dose de reforço para idosos com 70 anos

O Ministério da Saúde publicou, na tarde de segunda-feira (2), uma nota técnica que recomenda a aplicação da segunda dose de reforço contra a covid-19 para idosos acima de 70 anos. A orientação também vale para pessoas acima de 60 anos que vivem em instituições permanentes.

Segundo a pasta, deve ser utilizado, preferencialmente, o imunizante da Pfizer quatro meses após a aplicação da primeira dose de reforço. De maneira alternativa, podem ser utilizadas as vacinas da Janssen ou AstraZeneca, independentemente da dose recebida anteriormente.

Até então, a segunda dose de reforço era recomendada apenas para idosos acima de 80 anos. Estudos mostraram que a estratégia aumenta em mais de cinco vezes a imunidade uma semana após a aplicação. A expectativa é que a nova etapa da campanha de vacinação alcance pouco mais de 14 milhões de brasileiros.

Informações de SBT News