Servidores podem solicitar voto em trânsito até sexta-feira

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, estendeu até sexta-feira (26) o prazo para servidores solicitarem o voto em trânsito. A medida, que abrange a transferência temporária da seção eleitoral, é disponibilizada em municípios com mais de 100 mil habitantes, além das capitais.

Segundo Moraes, são contemplados pelo novo prazo integrantes das Forças Armadas, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Penal Federal, Estadual e Distrital, Corpos de Bombeiros Militares, Guardas Municipais, agentes de trânsito e convocados para apoio logístico no dia da eleição.

No geral, existem duas possibilidades de voto em trânsito: quem estiver fora da cidade, mas no mesmo estado de origem, poderá votar para os cargos de presidente da República, governador, senador, deputado federal, deputado estadual ou deputado distrital. Já os que estiverem em outro estado poderão votar apenas para o cargo de presidente.

A mudança deve ser solicitada presencialmente em qualquer unidade de atendimento eleitoral no Brasil (cartório, central ou posto de atendimento). No caso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, o requerimento pode ser feito por meio de curador, apoiador ou procurador.

Informações de SBT News