Musk promete mais US$6,25 bi para financiar compra do Twitter

BENGALURU, Índia (Reuters) – Elon Musk prometeu nesta quarta-feira um financiamento adicional de 6,25 bilhões de dólares em ações para financiar a oferta de 44 bilhões pelo Twitter, reduzindo o empréstimo de margem do bilionário contra suas ações Tesla para zero.

A divulgação sinaliza que Musk está trabalhando para concluir o acordo, embora na semana passada tenha condicionado a conclusão à apresentação pelo Twitter de provas de que os bots de spam representam menos de 5% do total de usuários.

Musk disse que também está conversando com acionistas, incluindo Jack Dorsey, por compromissos de financiamento adicionais para financiar o acordo.

As ações do Twitter saltaram cerca de 6% no after-market.

Musk inicialmente pegou um empréstimo com margem de 12,5 bilhões de dólares, mas no início deste mês o reduziu para 6,25 bilhões depois de trazer co-investidores.

Em abril, Musk garantiu 46,5 bilhões de dólares em dívida e dívida para comprar o Twitter, com ele próprio comprometendo 33,5 bilhões.

O conselho do Twitter inicialmente votou por uma pílula de veneno para limitar a capacidade de Musk elevar sua fatia no negócio, mas depois votou por unanimidade para aceitar a oferta.