Sanepar estuda aplicação de nanobolhas na lagoa do Passeio Público, em Curitiba

A Sanepar está realizando pesquisas para a aplicação da tecnologia de nanobolhas, para melhorar a qualidade da água das lagoas do Passeio Público, localizado em Curitiba. O processo faz parte de um projeto de inovação realizado pela companhia, em parceria com a Prefeitura da Capital e com a Best Ambiental, empresa licenciada para trabalhar com essa tecnologia.

A água da lagoa do Passeio Público é captada, filtrada e recebe a aplicação de nanobolhas em um contêiner. Depois, essa água tratada volta para a lagoa o processo continua. A tecnologia atua durante um longo período, deixando a água limpa.

As nanobolhas são muito pequenas, por isso, não podem ser vistas a olho nu. Por terem tamanho reduzido, elas conseguem concentrar e estabilizar alto volume de oxigênio no meio líquido durante dias. Essa atuação remove altas taxas de matéria orgânica, bactérias, vírus, fungos e algas. O sistema dispensa o uso de aditivos químicos, pois utiliza como insumos apenas ar e energia elétrica, não gerando resíduos impactantes ao meio ambiente.

Os estudos com a aplicação de nanobolhas serão realizados no local durante quatro meses. Após esse período, a Sanepar avaliará a tecnologia em sistemas de tratamento de esgoto.

Colaboração AEN