Troca periódica do filtro de cabine ajuda na saúde do motorista

A principal função do filtro de cabine é de preservar e reciclar a qualidade do ar no interior dos veículos, hoje indispensável considerando as questões da covid-19. Você sabia que a concentração de poluentes dentro do carro, chega a ser seis vezes maior do que do lado de fora?

No Brasil a emissão de poluentes dos veículos ainda não é controlada, trazendo diversos problemas de saúde pública e ambiental. O filtro de cabine se torna fundamental para inibir a presença de substâncias nocivas dentro dos veículos, como amianto, pólen, pó, fuligem, ácaros e bactérias. Filtrando estas substâncias nocivas estamos diminuindo as chances de doenças respiratórias e reações alérgicas, principalmente em bebês e crianças. Os filtros de cabine Bosch são os únicos que inibem 100% das substâncias citadas acima.

Quando devemos trocar o filtro de cabine?

A troca do filtro de cabine deve ser realizada em uma das três situações a seguir: a cada 10.000 km rodados, seis meses ou conforme indicado pela montadora. A manutenção desse item garante com que os ares impuros sejam filtrados, além de fazer a reciclagem do ar interno, mas só a troca dele não faz a desinfecção interna do carro e dos dutos de ar condicionado.

Por isto sempre que um filtro de cabine é trocado, é importante que seja feita higienização do sistema. Ao fim dos processos (troca de filtro + higienização) o veículo estará 100% renovado, pronto para uso e para o motorista poder respirar tranquilamente.

Uma opção para fazer a troca do filtro de cabine em Curitiba é a Vidrama, que na capital paranaense fica na Avenida Coronel Francisco Heráclito dos Santos, 243, no Jardim das Américas. O agendamento do serviço pode ser feito pelo telefone (41) 99229-2201.