Papa Francisco classifica uso de armas nucleares como “loucura”

O papa Francisco voltou a comentar sobre a guerra na Ucrânia e o conflito internacional. Em audiência nesta quarta-feira (21), o pontífice ressaltou o sofrimento das populações afetadas e classificou como “loucura” a discussão e a possibilidade do uso de armas nucleares no mundo atual.

Francisco vem expressando vontade de visitar as capitais Kiev e Moscou e conversar com os líderes | Vatican Media

Francisco também comentou sobre a missão do cardeal Konrad Krajewski, que foi enviado pela quarta vez à Ucrânia. “Ele vai ficar um tempo ali, ajudando a área de Odessa e nas vizinhanças. Ele me contou a dor desse povo, as maldades, as monstruosidades, os cadáveres torturados que são encontrados. Uma situação terrível”, disse.

Desde o início da ofensiva russa na Ucrânia, em fevereiro, o pontífice tem exercido um papel ativo nas mensagens de paz. Além de já se oferecer para mediar as negociações de cessar-fogo, Francisco vem expressando vontade de visitar as capitais Kiev e Moscou e conversar com os líderes. Os problemas no joelho, no entanto, atrapalham a mobilidade do papa.

Informações SBT News

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!
ENTRAR NO GRUPO
Compartilhe essa matéria nas redes sociais
Ative as notificações e fique por dentro das notícias
Ativar notificações
Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia
Alisha
Alorino
Antônio Carlos
Bianca Granado
Camila Santos
Edvaldo Corrêa
Elaine Damasceno
Fabiano Tavares
Gabriel Pianaro
Giselle Suardi
Guilherme C Carneiro
Mateus Afonso
Mauro Mueller
Oseias Gomes
Papai em Dobro
Tais Targa