Imagem de capivaras em parquinho viraliza no Paraná

Uma foto que circula em grupos de WhatsApp nesta quinta (19), mostra um grupo de capivaras em um dos parquinhos do Lago Jaboti, em Apucarana. Rapidamente a imagem foi compartilhada, arrancando sorrisos neste dia gelado. 

Eram mais de 20 capivaras, entre elas, filhotes, que se alimentavam da grama existente no local. Pela foto, é possível perceber que elas estariam aproveitando a calmaria do parquinho e aproveitaram para ‘brincar’, ou melhor se alimentar. 

O Parque Jaboti é o habitat de inúmeras capivaras que são admiradas pelos frequentadores do espaço. 

As capivaras são a maior espécie da ordem dos roedores e são grandes as chances de também serem os animais mais simpáticos da natureza. Podem ser encontrados principalmente na América do Sul e outras curiosidades incluem o fato de que conseguem ficar debaixo d’água por mais de cinco minutos e são chamadas de “Kapiyva” — mestre das gramas — por uma tribo amazônica. Saiba mais sobre os roedores mais amorosos do reino animal:

Tamanho e peso

As capivaras medem entre 100 e 130 centímetros de largura e 50 de altura. Costumam pesar algo entre 30 e 80 quilos, dependendo do sexo. Fêmeas costumam ser um pouco maiores do que os machos. 

Habitat

Os roedores amam água e precisam dela para manter a pele úmida. São encontrados apenas em áreas como estuários, pântanos, margens de rios e próximos de córregos na América Central e do Sul, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

Dieta

Herbívoras, só se alimentam de vegetação, normalmente plantas aquáticas e grama, mas opções como grãos, melões e abóboras também podem fazer parte do menu. Cerca de 80% de sua dieta consiste apenas em cinco espécies diferentes de grama. Em um dia típico, podem consumir entre 2,7 e 2,6 quilos de grama fresca.

Noturnas

Consideradas animais “crepusculares”, capivaras são animais mais ativos durante o amanhecer ou anoitecer. Em alguns casos, caso se sintam ameaçadas, passam a ter hábitos mais noturnos: ficam acordadas a noite inteira e dormem durante o dia. A escuridão oferece abrigo e segurança para que possam comer e socializar sem se preocupar tanto com predadores. Chamadas também de “porco d’água”, dormem perto da água, em áreas com vegetação densa para se esconder de predadores. Às vezes dormem na lama e em águas rasas.

Com informações do portal TNOnline.