Família de adolescente que atirou em irmão presta depoimento

A família de Alyston Diego, morto por um tiro na cabeça disparado pelo irmão de 14 anos, no sábado (7), prestou depoimento nesta terça-feira (10).

Na delegacia de Araucária, a mãe dos meninos Edneia Rodrigues disse que não estava em casa no momento do disparo. O adolescente foi ouvido acompanhado da mãe.

Além deles, o pai e o outro irmão da vítima, de 16 anos, também prestaram depoimento. A família manteve a versão de que o tiro foi acidental.

O delegado, que iniciou o caso como homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar, vai ouvir outras testemunhas e parentes paternos de Alyston.

Na ocasião, a vítima, de 9 anos, chegou a ser levada em estado grave ao Hospital Evangélico. No entanto, não resistiu aos ferimentos.

O caso continua sendo investigado.