Assista ao momento em que o juiz anuncia a condenação de Manvailer

Luís Felipe Manvailer foi condenado a 31 anos, 9 meses e 18 dias e prisão pela morte da advogada Tatiane Spitzner. O julgamento começou no último dia 4 e só terminou na noite desta segunda-feira (10), depois de uma semana. Além da prisão, o condenado também precisará pagar R$ 100 mil para a família de Tatiane por danos morais. A sentença foi proferida pelo juiz Adriano Scussiato Eyng pouco depois das 19 horas.

Depois de lida a sentença condenatória, Manvailer foi levado de volta para a Penitenciária Industrial de Guarapuava, onde ele já estava preso preventivamente por 2 anos e 9 meses.

Manvailer foi condenado por homicídio triplamente qualificado: feminicídio, uso de meio cruel e motivo fútil. Ele também cumprirá pena por fraude processual – ele alterou cena do crime ao recolher o corpo de Tatiane na calçada e levar novamente para dentro do apartamento. Além disso, ainda tentou fugir para o Paraguai, motivo pelo qual o juiz proibiu o réu de recorrer da sentença em liberdade.