Câmera registra suspeito de furtar 43 notebooks da Educação; assista

A Polícia Civil analisa imagens de câmeras de segurança do prédio da Secretaria de Educação de Maringá (Seduc), que durante o sábado, 2, foi alvo de criminosos que furtaram 43 computadores novos, gerando um prejuízo de mais de R$ 210 mil aos cofres públicos. No vídeo, é possível notar a presença de um criminoso com um gorro e boné, além de uma blusa preta. O suspeito passa várias vezes de frente a imagem.

Os investigadores ainda analisam as imagens e tentam descobrir a placa do veículo usado na ação e quem seria o segundo criminoso, não foi flagrado no vídeo. De acordo com o Delegado Chefe da 9ª Subdivisão Policial, Adão Rodrigues, os bandidos tinham informação privilegiada, pois, chegaram exatamente até o cômodo onde estavam os equipamentos e um dia antes dos computadores serem distribuídos para os professores.

“A conclusão é que a informação foi vazada. Alguma pessoa passou a informação que os equipamentos estariam naquele local, onde mais tarde foram subtraídos pelos bandidos. Não é um usuário de drogas, que comete crime de ocasião. Por isso temos uma investigação mais complexa nesse caso. Um caminho importante para ser seguido”, afirmou o delegado.

Até o momento ninguém foi preso e as investigações continuam.

A Prefeitura de Maringá comprou 3,3 mil notebooks, que serão entregues para professores e instituições de ensino da rede pública municipal. O investimento é de R$ 17 milhões.

Com informações do portal GMC Online.