Polícia Militar promove simulação de ataque a bancos na RMC

Dezenas de policiais foram às ruas de Colombo, região metropolitana de Curitiba, na madrugada desta quinta-feira (24) para participarem de uma simulação de ataque a bancos. O exercício simulado busca treinar as equipes para agir nos crimes chamados de ‘Novo Cangaço’ e ‘Tomada de Cidades’.

Equipes do 22º Batalhão colocaram em prática o Plano de Defesa Territorial por volta das 4 horas, quando 14 ‘criminosos’ (profissionais disfarçados’ tomaram a cidade com ataques na sede da 1ª Companhia de PM do município e na área central da cidade, onde ficam oito agências bancárias.

Foto: Divulgação/PM

Com duas horas de duração, o ataque aconteceu com os ‘bandidos’ divididos em grupos para realizar os ataques ao mesmo tempo. Foram utilizadas pistolas, fuzis, espingardas e explosivos, com tiros de munições de festim (não letal) e incêndio em veículos nos possíveis pontos de acesso da PM.

Em seguida, o grupo seguiu até as agências bancárias para seguir com os ataques na Caixa Economia, Banco do Brasil e Itaú. Com a informação do ataque recebida pela central de operações, as equipes foram mobilizadas para colocar o plano de defesa em ação. Com apoio aéreo e das equipes táticas da Rotam, o ataque foi frustrado e os bandidos fugiram usando quatro carros.

Os veículos foram parados em bloqueios policiais, onde houve troca de tiros e os ‘autores’ foram presos, encerrando o exercício.

Foto: Divulgação/PM

O tenente-coronel Itacir, comandante do 22º BPM, explicou que “o objetivo desse exercício simulado é identificar e apontar as principais características e peculiaridades do 22º BPM, bem como áreas de vulnerabilidades quanto a atuação de criminosos, especificamente nas modalidades de Novo Cangaço e Tomada de Cidades, visando dessa forma atuar de maneira coordenada e eficaz para frustrar ou minimamente “quebrar” o planejamento destes criminosos em suas ações”.