Ação clínica para cães garante guarda responsável e tem aprovação dos tutores da cidade

Desde a última segunda-feira (4), a Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba promove uma ação clínica para cães em conjunto com o Centro de Medicina Veterinária do Coletivo, da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O programa, que acontece desde 2018 e já atendeu mais de 15 mil animais, é considerado uma boa oportunidade para muitos tutores da cidade. 

Esse é o caso do vendedor de e-commerce, Everson Augusto Martins Pedroso, de 41 anos, para quem a ação veio a calhar para conseguir fazer um check-up em Bolt, cachorro da família há 12 anos. O atendimento também permitiu que o animal tomasse as suas primeiras vacinas.

“Antes dessa ação, não havíamos conseguido um programa para poder fazer exames básicos nele ou vacinar de graça. A inscrição foi um processo fácil e muito eficiente”, elogia. Além de Bolt, a família conseguiu horário para o atendimento de Baka, seu irmão adotivo.

A nutricionista Danielli Cristina Manginelli e sua filha, a estudante Giovana Manginelli, também aprovaram a iniciativa da Rede de Proteção. As duas são tutoras de Crystal, que passou a apresentar um quadro de convulsões esporádicas, mas preocupantes. 

“Quando eu ouvi no rádio que essa ação ia acontecer, nós fomos bem rápidas em fazer a inscrição”, conta Danielli. A Crystal foi castrada também dentro do programa do município. 

Garantir a saúde dos animais é uma das premissas da guarda responsável. “A ação consolida as nossas políticas de proteção animal. Com os serviços temos animais mais aptos às cirurgias de castração ofertadas”, explica o diretor do Departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo.

Vagas esgotadas

Os horários disponíveis para os atendimentos lotaram ao longo do fim de semana, mas Evaristo lembra que a agenda é dinâmica. “Sempre pode haver desistências, então é bom acompanhar o link do Guia Curitiba”, orienta.

A  ação clínica continua até 29 de julho, de segunda a sexta-feira, em dois horários pela manhã (8h30 às 10h) e à tarde (13h30 e 15h), no Centro de Medicina Veterinária do Coletivo, no setor de Ciências Agrárias da universidade. 

O novo calendário das ações, com previsão de atendimentos também para gatos, deve ser divulgado em breve.

As informações são da Prefeitura Muncipal de Curitiba.