Acusados de matar diretor de Prefeitura são condenados pela Justiça

Os dois acusados de matarem o diretor da Secretaria Municipal de Obras Públicas de Curitiba, Augusto Meyer Neto, foram condenados a mais de 26 anos de prisão. Segundo o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), Maycon Cesar Guedes da Silva foi sentenciado a 27 anos e três meses de prisão, enquanto Hermes da Motta recebeu a pena de 26 anos de reclusão.

A decisão do juiz Diego Santos Teixeira, da 6ª Vara Criminal de Curitiba, foi assinada em 6 de setembro.

Meyer foi morto na noite de 29 de maio deste ano e a investigação da Polícia Civil identificou o crime como latrocínio. A vítima chegava de caminhonete até sua casa, no bairro Santa Cândida, e foi surpreendido por bandidos em outro automóvel.

Segundo a polícia informou à época, o diretor carregava grande quantia em dinheiro na noite do crime e reagiu quando foi abordado pelos assaltantes. Um dos envolvidos atirou contra a vítima, que não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois, no hospital.

Leia mais