Alunos visitam canil para parceria entre o Hospital Veterinário da UFPR e PM

Alunos do Programa de Residência em Medicina Veterinária da UFPR realizaram recentemente uma visita ao Canil do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar do Paraná.

O objetivo foi a abertura das fichas clínicas dos cães do serviço e primeiro atendimento clínico geral. A equipe de atendimento contou também com a participação dos docentes João Henrique Perotta, professor de Medicina Equina, e Bruna Fernanda Firmo, responsável pelo Serviço de Oncologia Veterinária do Hospital Veterinário da UFPR.

A ação foi realizada com o objetivo de promover saúde, identificando precocemente alterações clínicas nos cães ativos e aposentados da equipe de trabalho. Foi feito o cadastro de todos os cães e identificadas lesões tumorais em pele em estágio inicial de três deles, sendo realizado exame de citologia. O atendimento terá continuidade no Hospital Veterinário após o resultado dos exames. O diagnóstico precoce, segundo a professora Bruna, é uma forma de prevenção das complicações que o câncer pode causar ao paciente e proporciona melhores chances de controle da doença. “ Desta forma, é de suma importância a avaliação por um médico veterinário especialista, para a detecção de lesões iniciais”, diz ela. O Hospital Veterinário da UFPR conta com um Serviço de Oncologia Veterinária, o qual realiza cerca de 75 atendimentos clínicos e 20 procedimentos cirúrgicos por mês.

Os cães de serviço utilizados pela Polícia Militar apresentam aptidões distintas, as quais definem o tipo de trabalho exercido dentro da unidade, o qual pode ser faro ou guarda. Para cada função, há raças pré-determinadas com potencial para cumprir os pré-requisitos necessários para exercê-la. Entretanto, somente a raça não garante que os filhotes se enquadrem nas atividades necessárias para ser um cão de serviço. No canil do Batalhão, há cães das raças Pastor-Alemão, Pastor-belga-malinois, Rottweiler, Labrador e Bloodhound.

O professor Antonio Waldir Cunha da Silva, do Hospital Veterinário da UFPR,  reforça que a parceria representa benefícios para todos os envolvidos, promovendo saúde para os animais da PM e, ao mesmo tempo, gerando oportunidade de aprendizado para os alunos do programa de residência e graduação do curso de medicina veterinária. Sobretudo, os serviços prestados atendem a população, pois, cães e cavalos da PM possuem papel ativo na segurança da população do município de Curitiba.

As informações são da UFPR.