Animal silvestre é resgatado na Câmara de Curitiba e solto na APA do Passaúna

O presidente Tico Kuzma (Pros) informou nesta terça-feira (5), que foi realizado o resgate do animal silvestre que tinha se abrigado das chuvas no Palácio Rio Branco, na semana passada, e que o gambá foi devolvido ao seu habitat natural, na Área de Proteção Ambiental do Passaúna, pela Rede de Proteção Animal (RPA). “Felizmente, ele foi devolvido à natureza”, disse Kuzma, em agradecimento à RPA.

“O gambazinho entrou no plenário e estava virando as latas de lixo”, contou Kuzma, sobre como a Câmara de Curitiba percebeu que tinha um visitante. O animal foi visto perambulando pelo entorno do Palácio Rio Branco e na Diretoria de Apoio às Comissões, que fica no subsolo do prédio histórico. Consultada sobre como o Legislativo devia proceder, a Rede de Proteção Animal conduziu o resgate, montando a armadilha que capturou o bicho.

“Os animais silvestres em situação de acidente podem ser encaminhados ao Centro de Apoio à Fauna Silvestre [Cafs]. Aqueles que estão bem, a gente orienta que as pessoas não mexam, que deixem eles seguirem o seu caminho. Dentro dos equipamentos públicos, a gente faz o atendimento. Mas a orientação para as pessoas é não mexer e, se estiver acidentado, encaminhar para o Cafs”, explicou o médico-veterinário Fabiano Cruzara, da RPA.

O Centro de Apoio à Fauna Silvestre fica na rua Professor Nivaldo Braga, 1369, no bairro Capão da Imbuia. Ele funciona das 9h às 11h30 e das 13h às 15h. O telefone é (41) 3313-5626.

Animais de Rua

Ao tratar do resgate do animal silvestre, Tico Kuzma destacou que, ontem, 4 de abril, foi celebrado o Dia Internacional do Animal de Rua. “Visitei o Centro de Referência para Animais em Risco, que é da Prefeitura de Curitiba, e fiquei impressionado com a estatística de que 47% dos cães cadastrados no sistema que monitora os pets da cidade são sem raça definida, são guapecas. Dos 191 mil cachorros, mais de 90 mil são vira-latas [adotados], indicando que estamos no caminho certo da sensibilização da população”, comemorou o presidente da CMC.