Após duas semanas, jovem encontrado machucado em mercado deixa UTI

Após 15 dias, André Fachini, 21 anos, saiu da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e foi para o quarto, na segunda-feira (11). Ele estava internado no Hospital do Trabalhador, em Curitiba, desde o dia 26 de junho.

O jovem foi encontrado com diversos ferimentos no estacionamento de um mercado, no bairro Campo de Santana. Na ocasião, a família acusou o segurança do local de agredir André.

Com a consciência recuperada, André afirma que foi agredido pelo segurança do mercado, conhecido como Tião, e por outras duas pessoas que trabalham no local.

Ele relata que é dependente químico e que por isso teve um surto no dia. Segundo ele, antes de entrar correndo no mercado, ele estava conversando com o segurança e funcionários, pois é conhecido na região. Inclusive, a vítima explica que já fez trabalhou no estabelecimento.

“Não estava lá para roubar ou ofender ninguém”, diz André.

O jovem relembra que foi levado para fora, por cerca de três pessoas. Ele conta que os homens chutaram o seu rosto e corpo. André quebrou duas costelas, teve o pulmão perfurado e quase perdeu um dos rins.

A família conta que o médico chegou a falar que achava que o jovem não iria sobreviver.

Testemunhas relatam histórias parecidas, envolvendo agressões do segurança, no mesmo mercado.

O caso continua sendo investigado.

Leia mais