Após redução no preço, venda de arroz sobe 95% nos Armazéns da Família

A Semana da Economia nos Armazéns da Família, que oferta o menor preço de Curitiba em dois produtos da cesta básica, foi lançada na terça-feira (27) e já mostrou resultados. Em apenas três dias, as vendas do arroz, um dos itens em promoção, aumentaram 95% em relação ao mês de agosto.

O outro item escolhido para a promoção desta primeira semana, o feijão-preto teve 33% de aumento de vendas. Os dados são do setor de Promoção e Economia Alimentar da Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN).

Devido ao sucesso de vendas da dupla arroz e feijão, a SMSAN vai manter os dois produtos em promoção na próxima Semana da Economia, de segunda (3) a sexta-feira (7).

Como funciona

A cada semana, a Prefeitura vai ofertar o menor preço da cidade em dois produtos da cesta básica vendidos nos armazéns.

Nesta semana e na próxima, o pacote de cinco quilos do arroz parboilizado, que normalmente custa R$ 13,95 nos armazéns, está sendo vendido a R$ 10,99; e o pacote de um quilo do feijão passou de R$ 4,49 para R$ 3,69.

Mutirão de cadastramento

Os Armazéns da Família estão promovendo mutirões de cadastramento para facilitar a adesão ao programa às pessoas que não têm acesso a computadores e smartphones ou que têm dificuldade para se cadastrar. Desde 2019, o cadastro é feito por autoatendimento on-line pelo portal do programa ou pelo aplicativo Curitiba App, no ícone Armazém da Família.

Depois de passar pelas regionais do Boa Vista e Santa Felicidade, o mutirão vai para as regionais Cajuru (4 e 5/10), Tatuquara (13 e 14/10), Boqueirão (19 e 20/10), Pinheirinho (26 e 27/10), Matriz (8 e 9/11), Portão (17 e 18/11) e CIC (29 e 30/11).

O mutirão é promovido pela Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional com a apoio das administrações regionais. Podem se cadastrar moradores de Curitiba com renda familiar de até cinco salários-mínimos.

Para fazer o cadastro, o interessado deve levar documentos de todos os membros da família ou de todos os moradores da residência.

Informações da Prefeitura de Curitiba