Blogueira que atropelou motociclista é indiciada por homicídio doloso e omissão de socorro

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) concluiu, nesta sexta-feira (30), a investigação sobre o acidente de trânsito que matou o motociclista Jheykson Roger Medeiros no dia 3 de setembro.

A blogueira e influencer Cassia Vialli, que atropelou e matou o motociclista, foi indiciada pela prática de homicídio doloso, omissão de socorro e por afastar-se do local do acidente para fugir da responsabilidade penal ou civil.

O delegado da PCPR Edgar Santana explicou que Cassia está sendo indiciada por homicídio doloso porque a investigação compreendeu que ela foi alertada que estava em uma rua contramão e mesmo assim, optou por continuar na via. Além disso, ao consumir bebida alcoólica e dirigir, ela assumiu o risco de causar um acidente.

Santana também afirmou que provas, como as próprias redes sociais da blogueira, e relato de testemunhas, mostram que Cassia consumiu bebidas no dia do ocorrido.

Mais sobre o caso