Câmara pede regulamentação de anúncios nos ônibus de Curitiba

Desde 2015, com a inclusão de um artigo na lei municipal 12.597/2008, a administração pública de Curitiba poderia utilizar a veiculação de publicidade nos ônibus para arrecadar recursos que depois serão revertidos ao custeio do transporte público.

Contudo, como o dispositivo ainda não foi regulamentado pelo Executivo, a vereadora Amália Tortato (Novo) protocolou, na Câmara Municipal de Curitiba (CMC), uma indicação recordando a prefeitura desta ferramenta. A sugestão foi aprovada em plenário na última quarta-feira (29).

“A verba arrecadada seria usada para reduzir a tarifa ou os aportes [do Executivo às empresas de ônibus] autorizados por esta Casa”, defendeu Amália Tortato.

A sugestão foi apoiada em plenário pelo Jornalista Márcio Barros (PSD), que defendeu a ampliação do mecanismo para outros espaços, como banheiros públicos em espaços bastante frequentados, a exemplo do parque Barigui: “O empresário manteria os banheiros e em troca poderia explorar publicitariamente os espaços.”

Eder Borges (PP) apresentou uma ressalva à proposta, dizendo que “precisamos ter cuidado com a estética dos nossos ônibus, pois um ponto forte do sistema de transporte da nossa belíssima Curitiba é justamente essa ordem que existe, que são padronizados”.

Ao comentar o aparte, Amália Tortato disse que o Executivo, ao regulamentar a publicidade nos ônibus, saberia combinar o interesse econômico ao estético. Aprovada em plenário, a sugestão é convertida em ofício e é remetida pelo Legislativo à Prefeitura de Curitiba.

Informações da Câmara de Curitiba.