Córrego da Praça Jardim Aliança passa por limpeza e desassoreamento no Xaxim

A Prefeitura de Curitiba tem novas ações de manutenção das estruturas de drenagem da cidade. Equipes do Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop) trabalham em diferentes pontos nos bairros para corrigir problemas em galerias de águas pluviais, desassorear córregos e rios e assim prevenir alagamentos.

Um dos serviços de limpeza e manutenção acontece no Córrego Jardim Esmeralda, que margeia a Praça Jardim Esmeralda, no Xaxim, na Regional Boqueirão. Também há frentes de trabalho nos bairros Tatuquara e Lindóia.

No Jardim Esmeralda, as equipes trabalham na conservação da bacia de detenção construída há dois anos para fazer o controle da vazão das águas que fluem em direção ao Ribeirão dos Padilhas. O serviço de desassoreamento e limpeza acontece numa extensão de 300 metros, com a ajuda uma retroescavadeira, para retirar vegetação, sedimentos e o lixo descartado de forma irregular.

Desde o início do serviço, na última semana de agosto, foram removidas aproximadamente seis toneladas de material que ocuparam 30 caçambas.

“A partir da ação, que deve ser concluída nos próximos dez dias, o fluxo de água terá mais fluidez, amenizando o risco de enchentes, principalmente na Rua Dante Honório”, diz o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues.

De tirar o chapéu

Conhecido pelos vizinhos pelo apelido Tatu, o aposentado Cláudio de Paula, que há 20 anos mora em uma casa em frente ao córrego, acompanha o andamento do serviço que ele considera essencial.

“É de tirar o chapéu o que a turma está fazendo. Primeiro foi a obra da bacia e agora, de tempos em tempos, cuidam da limpeza e assim a gente fica livre dos alagamentos”, conta Cláudio.

A manutenção no córrego é constante e inclui ações para minimizar os riscos de alagamentos na região. Em dezembro de 2020, a Prefeitura conclui as obras de perfilamento no córrego e a implantação de uma bacia de detenção para fazer o controle da vazão das águas que fluem em direção ao Ribeirão dos Padilhas.

Na intervenção, o leito do córrego foi ampliando com muros de gabião criando a bacia de detenção que servem como reservatórios para conter o volume das águas, que aumenta nos períodos chuvosos.

Curitiba Contra as Cheias

“As benfeitorias no Córrego Jardim Esmeralda fazem parte da intervenção Ribeirão dos Padilhas, dentro do programa Curitiba Contra as Cheias, implantado para minimizar riscos de enchentes e alagamentos ao longo das principais bacias hidrográficas da cidade”, explica Ubiratan Cardoso, diretor do Departamento de Pontes e Drenagem da Smop.  

No Tatuquara, as equipes trabalham na limpeza e desassoreamento do Arroio Gleba da Ordem, na Rua Jovenilson Américo de Oliveira e no Lindóia a mesma ação, com a limpeza das margens e retirada de entulhos, ocorre no Córrego Henry Ford, trecho da Rua João de Oliveira Franco a Avenida Santa Bernadete.

Além de sedimentos trazido pela chuva e vegetação as equipes também encontraram grande quantidade de lixo jogada pela população. Jogar lixo nos rios, além de ser crime ambiental, contribui para alagamentos das comunidades vizinhas. A população pode ajudar a cuidar dos rios denunciando descarte ilegal através do 156.

Do Córrego Jardim Esmeralda, por exemplo, as equipes retiraram, além da vegetação que é normal se desenvolver nas margens, sofá, narguilé, bandeira do Brasil, animais mortos, restos de móveis e utensílios que deveriam ter sido descartados de outras formas pela população.

As informações são da Prefeitura de Curitiba.