Curitiba recebe exposição gratuita que resgata 50 anos de história dos videogames

De 19 de novembro a 4 de dezembro, o Park Shopping Boulevard, em Curitiba, será palco do Museu do Videogame Itinerante, que recebe cerca de 5 milhões de visitantes ao ano e já passou por 18 estados brasileiros.

Com entrada totalmente gratuita e aberto ao público, o museu é o primeiro do gênero do país registrado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e recebeu, em 2014, o prêmio do Ministério da Cultura como o museu mais criativo do país.

Dois anos depois, em 2016, foi um dos museus brasileiros escolhidos para representar o país no maior encontro de museus do mundo, em Paris. Em 2019, foi uma das atrações da London Games Festival, o maior evento de games da Inglaterra.

História ao alcance das mãos

Em 2022, os videogames completam 50 anos de vida. Em 1972, o engenheiro alemão naturalizado norte-americano Ralph Baer lançava o Magnavox Odyssey, considerado o primeiro console de videogame do mundo. No Museu do VideoGame é possível revisitar e conhecer a história de cada um dos videogames que passaram por essas cinco décadas de evolução.

Ao todo, serão mais de 350 consoles de todas as gerações em exposições, palco de dança, simuladores de corridas, concurso de cosplay, encontro de K-pop, torneios de jogos antigos e atuais, controles gigantes, realidade virtual e as áreas PlayStation 5, Xbox Series e Nintendo Switch.

De acordo com o curador do Museu do Videogame, Cleidson Lima, entre as relíquias da exposição interativa estão o primeiro console fabricado no mundo, o Magnavox Odyssey, de 1972; o Atari Pong (primeiro console doméstico da Atari), de 1976; um Fairchild Channel F, de 1976 (primeiro console a usar cartuchos de jogos); o Telejogo Philco Ford, de 1977 (o primeiro videogamefabricado no Brasil); o Nintendo Virtual Boy, de 1995 (primeiro a rodar jogos 3D); o Vectrex, de 1982 (console com jogos vetoriais que já vinha com monitor); o Microvision (primeiro portátil a usar cartucho), de 1979 e o R.O.B (robozinho lançado juntamente com o Nintendo 8 bits, em 1985).

Um dos diferenciais do Museu do Videogame Itinerante é que, além de conhecer consoles e jogos raros, os visitantes também podem jogar em alguns videogames que fizeram história, tais como o Telejogo Philco-Ford, Atari 2600, Odyssey, Nintendinho 8 bits, Master System, Mega Drive, Sega CD, Super Nintendo, Neo Geo, Panasonic 3DO, Turbografx, Nintendo 64, Game Cube, Sega Dreamcast, Xbox, Playstation 1, PlayStation 2, entre outros.

Além das ilhas de antigos, o Museu do Videogame Itinerante também tem espaço para as novas gerações de consoles. Os visitantes poderão conhecer e jogar lançamentos do PlayStation 5, Microsoft Xbox Series e Nintendo Switch. Além disso, é possível também pilotar supermáquinas em cockpits que trazem gráficos como se estivesse em uma pista real.

Outra área de destaque será a do PlayStation VR, na qual os visitantes poderão experimentar, gratuitamente, a tecnologia de realidade virtual para os consoles PlayStation.

Um dos momentos mais aguardados será o concurso de Cosplay, atividade em que as pessoas se caracterizam e interpretam seus personagens preferidos de anime (animações japonesas), mangá (quadrinhos japoneses) ou videogames.

Mais informações sobre o Museu do Videogame estão disponíveis nas redes sociais (Facebook e Instagram).

Serviço: Museu do VideoGame Itinerante

  • Data: 19 de novembro a 4 de dezembro
  • Local: Park Shopping Boulevard
  • Endereço: Linha Verde, 16.303 – Xaxim
  • Valor: Atração gratuita