Depois de arrastão em ônibus, grupo entra em confronto com a polícia e dois morrem

Por volta das 20 horas de sexta-feira (20), um grupo com quatro pessoas fez um arrastão em um ônibus de Curitiba. No Terminal do Pinheirinho, três homens entraram no ônibus, fingindo que eram passageiros. O quarto participante da ação estava em um Fiat|Palio acompanhando a rota do coletivo.

O trio não se manifestou até que o transporte saísse do terminal para seguir sentido ao bairro Sítio Cercado. Quando o ônibus chegou a uma região menos movimentada, os homens anunciaram o arrastão. Eles estavam armados e recolheram mais de 50 celulares dos passageiros.

No entanto, sem que o trio visse, uma das vítimas do assalto conseguiu acionar a polícia e informar o que estava acontecendo.

Uma equipe da Rondas Ostensivas Tático Móvel (ROTAM) foi para o local. Os policiais cercaram a esquina da rua Izaac Ferreira da Cruz e da Sagrado Coração.

Durante o confronto, os quatro homens foram baleados. Dois morreram no local e dois foram encaminhados para o hospital e estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A polícia informou que já monitorava o grupo, pois existe a suspeita de que eles fazem parte de uma quadrilha especializada em arrastões. Os celulares roubados já tinham sido embrulhados em papel alumínio, para impedir o rastreamento.

Um dos homens usava tornozeleira eletrônica, que também estava enrolada em papel alumínio. Os corpos não foram identificados no local e foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).

Com informações de Guilherme Drabovski | Rede Massa