Educadores sociais vão às ruas ofertar serviços e combater o trabalho infantil

Curitiba terá uma equipe social de Natal para oferecer acolhimento e outros serviços da assistência social a pessoas em situação de rua e identificar situações de trabalho infantil durante os eventos oficiais natalinos promovidos pela prefeitura. O trabalho conta com o apoio da Guarda Municipal.

“Queremos que o Natal seja humanitário em Curitiba e que a cidade tenha segurança social”, disse o prefeito Rafael Greca, nesta segunda-feira (22), no Largo da Ordem, ao se reunir com a equipe de educadores sociais que já está trabalhando na região central da cidade desde a abertura do Natal de Curitiba 2021 – Luz dos Pinhais, na última quinta-feira (18).  

Em toda a cidade

O trabalho da equipe social de Natal vai acontecer em toda a cidade, durante os mais de 50 eventos natalinos programados. A ação complementa o serviço de abordagem social que é realizado 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Na Regional Matriz, que tem o Centro como principal bairro, equipes da Central de Encaminhamento Social 24 horas (CES) vão fazer abordagem social ao público adulto. Simultaneamente, equipes do programa Anjos da Guarda percorrerão as ruas para identificar situações de trabalho infantil.

Nas outras nove regionais da cidade a ação especial será realizada pelas equipes do Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas).

O objetivo do trabalho, que é realizado anualmente nesta época do ano – com exceção dos períodos de pandemia da covid-19 -, é ofertar acolhimento para homens e mulheres em situação de rua, fazer o retorno familiar para aqueles que tenham moradia em Curitiba ou na Região Metropolitana e oferecer passagem rodoviária para quem deseja voltar para seus municípios de origem.

“No caso das crianças encontradas em situação de trabalho infantil, as equipes devem orientar as famílias e responsáveis e fazer encaminhamentos, inclusive para o Conselho Tutelar, caso seja necessário”, explicou o presidente da FAS, Fabiano Vilaruel.

Na Regional Matriz, as equipes de abordagem social percorreram a pé 113 das principais ruas, avenidas e praças, divididas em cinco roteiros de busca ativa. São 40 educadores sociais, contratados em regime temporário.

De acordo com o prefeito Rafael Greca, os educadores sociais são o braço da Prefeitura nas ruas da cidade para atender quem mais precisa. Em agradecimento pelo trabalhado realizado, Greca presenteou os servidores com uma mini-araucária simbólica feita em madeira e uma bolsa, produtos das Lojas Curitiba Sua Linda.

Informações da Prefeitura de Curitiba