Envolvido na morte de professor se apresenta na delegacia; advogado alega legítima defesa

Um dos envolvidos na morte do professor de educação física José Rodrigo Angelo Souza, 41 anos, se apresentou na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Curitiba, neste sábado (30).

José foi agredido e esfaqueado por um grupo, na noite de quinta-feira (28), no centro de Curitiba. Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de sexta-feira (29).

Segundo testemunhas, o professor e a esposa estavam discutindo quando um grupo que estava na rua achou que a mulher estava sendo agredida. Pelo menos seis pessoas partiram para cima do homem.

Segundo o advogado de defesa Thiago Luiz Ventura, o homem que se apresentou neste sábado não tem vínculo com as outras pessoas. Thiago diz que o cliente foi até o casal para defender a esposa do professor, pois ela gritava por socorro. Ele é o responsável pela facada, que teria atingido a perna de José.

O advogado afirma que não houve intenção de matar, mas de proteger a mulher. De acordo com a defesa, o professor fez menção de estar armado. Dessa forma, o advogado alega legítima defesa.

A defesa está em busca de provas e testemunhas que comprovem a versão do homem que se apresentou neste sábado.

Leia mais