Escola Municipal e duas residências são atingidas por explosão de sobrado no Capão Raso; veja fotos

Duas casas e uma escola foram parcialmente atingidas pela explosão de um sobrado no bairro Capão Raso, em Curitiba, na noite desta terça-feira (12). Uma mulher morreu soterrada.

Segundo a Defesa Civil, as duas residências foram interditadas parcialmente pelas equipes da prefeitura. Os moradores não precisam deixar os imóveis, mas não podem acessar as áreas atingidas até que os reparos necessários sejam feitos.

Já na Escola Municipal Umuarama, o muro, a parede dos fundos e o telhado foram atingidos, segundo nota enviada pela prefeitura. Pelo menos três turmas vão precisar ser remanejadas para a Escola Municipal Jornalista Cláudio Abramo no dia 26 de julho, quando as aulas da rede municipal retornam.

Equipes da Coordenadoria de Obras e Projetos da Secretaria Municipal da Educação de Curitiba trabalham na avaliação dos estragos na escola e nos reparos.

Explosão pode ter acontecido por vazamento de botijão

Uma explosão fez um sobrado desabar na noite desta terça-feira (12) no bairro Capão Raso, em Curitiba. A técnica de enfermagem Josiane Aparecida Vaurek, de 43 anos, morreu soterrada.

O caso aconteceu na rua José Zaleski. A explosão possivelmente foi causada por um vazamento de gás de cozinha.

Duas mulheres estavam no sobrado: uma na parte superior e a outra, no andar de baixo. Após a explosão, a residência desabou e a moradora que estava na parte inferior, Josiane, foi soterrada. Os bombeiros encontraram a vítima após seis horas de buscas.

A técnica de enfermagem morava com a filha, que não estava em casa no momento da explosão.

Veja as fotos das casas e escola atingidas pela explosão:

Fotos: Renato Prospero/Prefeitura de Curitiba