FAS acolhe 1.253 pessoas em situação de rua em Curitiba

Com a nova onda de frio que chegou a Curitiba, a Prefeitura acolheu 1.253 pessoas em situação de rua na noite desta segunda-feira (31) e madrugada de terça-feira (1), quando voltou a intensificar o serviço de abordagem social e acolhimento desta população.

As ações intensificadas vão até a próxima terça-feira (8), período em que devem ser registradas temperaturas mínimas de 8 graus, além de trovoadas e até granizo, de acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar).

Durante toda a noite, equipes da Fundação de Ação Social (FAS) percorreram as ruas da cidade em busca de pessoas desabrigadas, para oferecer atendimento. Foram 143 abordagens sociais, 88 delas feitas com base em solicitações que chegaram à Central 156 e as demais em roteiros de busca ativa.

Acolhimento

A diretora de Atenção à População em Situação de Rua da FAS, Grace Kelly Puchetti, explica que durante as abordagens, que podem ser feitas a uma pessoa ou a grupos, 83 pessoas aceitaram acolhimento e seguiram com as equipes para casas de passagem, onde encontram local para tomar banho, trocar de roupa, se alimentar e dormir protegidos.

As demais pessoas acolhidas durante a noite já são atendidas permanentemente pelo município em hotéis sociais, unidades de acolhimento institucional e de longa permanência, além de uma república. 

Mesmo com o frio, outras 53 recusaram atendimento. “Para essas pessoas que não aceitaram acolhimento e que estavam pouco agasalhadas, entregamos 19 cobertores e fizemos o monitoramento durante a noite”, explica. A medida também é adotada durante a Ação Inverno – Curitiba que Acolhe, realizada todos os anos no período mais frio para proteger os desabrigados e evitar o risco de hipotermia.

Em 36 atendimentos solicitados pela Central 156, as equipes estiveram no endereço indicado, mas não havia ninguém no local.

Em função do estado de saúde, a FAS precisou acionar o Samu para atendimento a duas pessoas. As equipes fizeram também o retorno familiar de um homem que decidiu voltar para casa depois de conversar com os educadores sociais e chamou o Conselho Tutelar para atendimento a um adolescente.

Durante a ação, as equipes fizeram o cadastro de quatro pessoas que estão na cidade e ainda não tinham sido atendidas nas unidades do município.

Ação intensificada continua

Com a previsão da continuidade do frio, a FAS vai manter as ações intensificadas até a próxima terça-feira (8).

A Prefeitura pede a ajuda da população para proteger as pessoas em situação de rua. A orientação é para que entrem em contato com a Central 156, por telefone, site ou pelo aplicativo Curitiba 156, sempre que avistarem alguém nessa condição.

A FAS conta atualmente com 1.342 vagas de acolhimento em 28 unidades, próprias e parceiras. O número pode ser ampliado, de acordo com a demanda.

Informações da Prefeitura de Curitiba