Grupo Dignidade lança campanha em prol da implementação de uma Casa de Acolhimento LGBT+ em Curitiba

O Grupo Dignidade, organização da sociedade civil sem fins lucrativos e pioneira no Paraná na promoção da cidadania da população LGBTI+, está promovendo desde o dia 17 de maio de 2022 uma campanha em prol da criação de uma casa de acolhimento para a população LGBT+ em situação de vulnerabilidade social em Curitiba.

A campanha acontece por meio do recolhimento de assinaturas para um abaixo-assinado endereçado ao prefeito de Curitiba, Rafael Greca, solicitando a implementação da Casa LGBT+ na capital paranaense.

A mobilização é uma iniciativa do Grupo, sob coordenação de David Antunes, Coordenador da Aliança Nacional LGBTI+ de Curitiba e Coordenador de Empregabilidade do Grupo Dignidade. A ação surgiu com o propósito de atenuar os efeitos da vulnerabilidade social e desemprego, como insegurança alimentar e a violência, intensificados com a pandemia do coronavírus.

De acordo com um levantamento feito pelo coletivo #VoteLGBT em 2021, a sexualidade é um dos principais marcadores sociais que tornam uma pessoa mais vulnerável aos efeitos socioeconômicos da pandemia.

O estudo identificou que 6 em cada 10 pessoas LGBT+ tiveram diminuição ou ficaram sem renda por causa da pandemia. A taxa de desemprego entre esse grupo é de 17,1%, (20,4% entre pessoas trans), acima da média nacional que era de 11,1% em 2021.

Além dos efeitos da pandemia, essa parcela da população sofre com a marginalização que os expõe à violência, ao rompimento de vínculos familiares, e consequentemente os coloca em situação de rua, principalmente nas capitais.

Iniciativas como centros de referência e casas LGBTI+ existem em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Fortaleza, que além de acolher, oferecem oportunidade de reinserção no mercado de trabalho, apoio clínico e psicológico.

Curitiba ainda não possui uma política pública que atenda essa demanda. Por isso, o Grupo Dignidade convida a sociedade a participar do abaixo-assinado.

A iniciativa possui 15 voluntários que estão colhendo assinaturas virtualmente por meio das mídias sociais e em diversos pontos de circulação pública da cidade.

Até o momento, a campanha já alcançou 1.000 assinaturas.

Para participar, basta acessar a página e deixar a assinatura.