Harpias e felinos vão ganhar novos recintos no Zoológico de Curitiba

Em breve, os felinos e as harpias que vivem no Zoológico de Curitiba vão mudar de casa. A unidade de conservação do Alto Boqueirão lançou editais de licitação para a construção de novos recintos, especialmente voltados para eles. 

Até o início de setembro devem ser conhecidas as propostas vencedoras para a execução das obras. O investimento máximo total deve chegar a pouco mais de R$ 6,5 milhões. Os editais e documentos estão disponíveis no site Consulta Licitações do município

O diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna da Secretaria do Meio Ambiente, Edson Evaristo, destaca que a instituição busca continuamente proporcionar melhorias na qualidade de vida dos animais. 

“Trata-se de mais uma, dentre tantas melhorias que estabelecemos como prioridade para compatibilizar cada vez mais as estruturas do Zoo de Curitiba com as premissas de bem-estar animal e de conservação inerentes aos zoológicos evoluídos”, ressalta.

Estão previstos sete novos recintos para onças-pintadas e pumas, que ficarão próximos ao mirante. Os ambientes serão maiores e terão estruturas mais complexas que ofereçam mais qualidade de vida para os animais, como piscinas, tablados, passarelas e áreas elevadas de descanso em madeira, além das áreas de manejo apropriadas e seguras para animais e cuidadores.

Em relação ao tamanho, as estruturas atuais estão em conformidade com a instrução normativa que regulamenta o tema. O Zoo abriga quatro onças pintadas e três pumas.

Foto: Divulgação

Já as harpias – um casal e uma fêmea solteira, com expectativas de pareamento ao término das obras – vão ganhar um espaço moderno com poleiros e um lago artificial em mais de mil metros quadrados.

Informações da Prefeitura de Curitiba