Homem acusado de ter matado e enterrado a namorada em casa se apresenta à polícia

Roberto de Souza, de 44 anos, foragido por um feminicídio ocorrido em 2014 em Curitiba, se apresentou à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa e foi preso nesta quarta-feira (29). Ele é acusado de ter matado e enterrado as ossadas da companheira, Antuélipa Cristina Bueno Leite.

Na delegacia, Roberto de Souza negou o assassinato e culpou a mãe pela morte de Antuélipa. Ele, porém, admitiu que escondeu a ossada da vítima.

Antuélipa estava desaparecida desde o dia 22 de maio de 2014, após sair do trabalho com o suspeito, com quem mantinha um relacionamento. No ano passado, os ossos da vítima foram encontrados durante a demolição da casa em que o autor do crime morava na época dos fatos.

De acordo com as investigações, o suspeito planejou a morte da vítima. Ele comprou a arma de fogo, pediu demissão do emprego, vendeu o veículo e teria fugido para Rondônia. O motivo do crime está ligado a uma possível traição.