Homem é morto no portão de casa e polícia investiga possível briga familiar

Um homem de 34 anos foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (18) no bairro Campo do Santana, em Curitiba. A vítima estava chegando em casa quando foi surpreendida pelo assassino. A polícia investiga uma possível rixa familiar como motivação para o crime.

Felipe Ricardo Oliveira estava voltando do trabalho e foi morto a tiros em frente ao portão da casa dele, na rua Joana Roncaglio Bertoldi. Ele ainda usava o uniforme do trabalho quando foi assassinado.

Conforme foi apurado no local, o criminoso estava esperando a vítima na esquina da casa de Felipe, a aproximadamente 10 metros do local do crime. Foram ouvidos pelo menos cinco tiros, sendo que ao menos três atingiram o homem no peito. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Foi a companheira da vítima quem encontrou ele morto depois de ouvir os disparos e acionou a Polícia Militar. Em um primeiro momento, a polícia não encontrou nenhuma passagem da vítima no sistema.

A principal suspeita levantada no local é de que o crime tenha motivação por uma briga familiar. Recentemente, a casa de Felipe foi arrombada e o suspeito do crime seria um parente próximo da companheira dele. Esse mesmo homem já tinha uma rixa com a vítima do homicídio e, para a Polícia Militar, esse seria o principal indicativo de que ele seria o autor do crime.

A Polícia Civil esteve no local para iniciar a investigação do crime e deve ouvir moradores da região e familiares de Felipe para tentar identificar e encontrar o autor. Informações que ajudem a polícia a esclarecer o caso devem ser repassadas anonimamente aos telefones 181, 190, 197 ou 0800 643 1121.

Colaboração Marlon Santiago/Rede Massa.