Jornalista feito de refém na própria casa dá detalhes da negociação com o criminoso

O jornalista Henry Xavier, que foi feito refém junto com a sua família em Curitiba na noite deste domingo (5) e transmitiu a ação ao vivo, deu detalhes de como tudo aconteceu. Em entrevista para a imprensa após o ocorrido, ele relatou os momentos de tensão.

O criminoso entrou na casa do jornalista após uma fuga; ele havia trocado tiros com a polícia no condomínio Conjunto Buriti, no bairro Campo Comprido, após uma denúncia por tráfico de drogas. O homem, armado, invadiu o apartamento de Henry, e fez as cinco pessoas que estavam na residência de reféns.

Segundo Henry, o homem pedia a todo momento pela imprensa. Ele queria ficar em segurança. Henry, então, teve a ideia da live.

“O que ele mais queria é a imprensa. Aí me deu um estalo e falei: ‘eu sou jornalista, entro ao vivo no meu facebook para garantir a sua segurança’. E ele aceitou”, conta.

Durante a ação, o criminoso ficou o tempo todo com a arma na cabeça da esposa do jornalista. A mulher tentava acalmar o homem, que estava apavorado e com um machucado no pé, segundo Henry.

Na transmissão, enquanto a enteada do jornalista filmava, Henry ele pedia para que os policiais garantissem a segurança do bandido. “Eu ficava pedindo paciência para a polícia, para não fazerem nada, porque senão a gente corria o risco”. Durante a live, que atingiu a marca de 2,5 mil espectadores, o criminoso comentou: “O combinado para eu me entregar é com a maca”.

A cautela foi essencial para ganhar a confiança do bandido. Henry se emocionou ao contar sobre a esposa: “Ela foi muito guerreira, teve muita força para segurar a onda dele e acalmar ele”.

Após uma hora de negociações, o bandido se entregou. Ele foi preso e encaminhado à Central de Flagrantes.

“Na hora busquei só pensar que eu estava fazendo uma matéria, pensando na minha esposa, no meu filho, na família. Foi a forma que consegui lidar”, afirma Henry.

Henry e a família não ficaram feridos.

No apartamento onde estava o bandido antes de invadir a casa de Henry, a polícia encontrou grande quantidade de maconha e cocaína. Segundo a Polícia Militar, outros dois homens que estavam na casa fugiram após a primeira troca de tiros, que deixou um policial ferido no rosto por um tiro de raspão. Eles foram encontrados na Cidade Industrial de Curitiba e, após novo confronto, um deles morreu e outro foi preso em flagrante.