Julgamento da cassação do mandato de Renato Freitas marcado para esta quinta-feira é suspenso

A Justiça do Paraná determinou a suspensão da votação em plenário da cassação do vereador Renato Fritas (PT), que estava marcada para às 13h desta quinta-feira (19). O julgamento seria sobre o caso da ‘invasão’ à Igreja do Rosário, no Centro de Curitiba.

A decisão foi assinada pela juíza Patricia de Almeida Gomes Bergonse, da 5ª Vara de Fazenda Pública. O despacho acolhe o pedido da defesa do vereador para que não haja sessão de julgamento até a conclusão da sindicância interna da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) a respeito do e-mail com mensagem racistas enviado a Renato Freitas, que teria sido enviado teria sido enviado pelo endereço eletrônico institucional do vereador Sidnei Toaldo (Patriota).

Em nota, a CMC informou que vai discutir a suspensão da sessão de julgamento junto ao Tribunal de Justiça do Paraná. Ainda não há nova data para realização da votação.

Leia mais sobre o caso: