Mulher morta a tiros na frente dos filhos em escola é identificada; atirador é ex-marido da vítima

Foi identificada a mulher morta a tiros nesta segunda-feira (31), enquanto deixava os dois filhos em uma escola no bairro Uberaba, em Curitiba. Suellen Rodrigues tinha 29 anos e foi assassinada pelo ex-marido e ex-policial civil Jaminus Quedaros de Aquino, 59 anos.

A mãe deixava os filhos para o turno da tarde na Escola Municipal Donatila Caron dos Anjos quando foi surpreendida pelo homem de 57 anos, que é pai das crianças. Eles conversaram por alguns segundos e ele atirou. Depois, fugiu em um carro branco.

A vítima era de Prudentópolis, e estava em Curitiba há poucos dias para fugir do ex-marido. Ela foi atingida por três tiros.

O homem não aceitava a separação. Ele já havia ameaçado a vítima de morte em setembro. Suellen prestou queixa e conseguiu uma medida protetiva. Em 17 de outubro, ela registrou um novo boletim de ocorrência, pois Jaminus não estava respeitando a medida.

No dia 24 de outubro, foi expedido um mandado de prisão contra ele por ameaça e quebra de medida protetiva.

Foto: Michael Machaki/Rede Massa

Os filhos de Suellen precisaram ser amparados pelos funcionários da escola e pais que estavam no local. Sem parentes na capital, as crianças foram levadas pelo Conselho Tutelar.

As aulas na escola municipal foram suspensas. A Polícia Civil está fazendo a perícia no local e testemunhas serão ouvidas para dar seguimento na investigação do caso.

Secretaria Municipal da Educação

Em nota, a Secretaria Municipal da Educação (SME) informou que o Conselho Tutelar foi acionado para as providências cabíveis e que o Núcleo Regional da Educação acompanha o caso. A Guarda Municipal também foi acionada.

Colaboração Melissa Munhoz/Rede Massa