Mulher suspeita de receptação de materiais furtados é presa em Curitiba

Uma mulher suspeita de receptação foi presa nesta quinta-feira (11) em um estabelecimento de comércio de materiais recicláveis no bairro Boa Vista. No local, foram encontradas duas grelhas de captação furtadas. A mulher foi encaminhada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil para as medidas cabíveis. 

A prisão ocorreu durante a etapa mais recente da Operação Retináculo, ação conjunta da Prefeitura de Curitiba comandada pela Secretaria de Defesa Social e Trânsito, com a Guarda Municipal e o Departamento de Inteligência, que fiscalizou quatro estabelecimentos de compra e venda de materiais recicláveis (sucatas e ferros-velhos) em busca de materiais furtados. A ação foi motivada após várias denúncias de furtos de bens públicos terem sido registradas no bairro.

As vistorias contaram com o apoio das secretarias municipais do Urbanismo e do Meio Ambiente e representantes da Administração Regional do Boa Vista. Durante a fiscalização, foram emitidas três notificações aos espaços por falta de alvará de localização e funcionamento e três multas por falta de licença ambiental.

Guardas Municipais do Núcleo Regional do Boa Vista, do GOE (Grupo de Operações Especiais), GTM (Grupo Tático de Motos) e do GOC (Grupo de Operações com Cães) também participaram.

Combate ao crime

A Operação Retináculo tem como objetivo coibir o crime de receptação de materiais furtados que são patrimônio da Prefeitura de Curitiba, como grades de bueiros, fiação elétrica, cabos de comunicação, tampas, floreiras e materiais do mobiliário urbano.

“Essas ações são feitas de forma rotineira em bairros das dez administrações regionais. A presença das forças de segurança, como a Guarda Municipal, inibe crimes como furtos de materiais públicos da Prefeitura”, explicou o secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos.

Esta é a sétima etapa da operação. As ações já passaram pelos bairros Pinheirinho, Santa Felicidade, Portão, Bairro Novo, CIC e Boqueirão. 

Quatro homens já foram presos pelo crime de receptação durante as vistorias da Prefeitura.

Informações da Prefeitura de Curitiba