Mulheres em situação de rua têm manhã de cuidados em saúde

Nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher, a Secretaria Municipal da Saúde promoveu um encontro para 25 mulheres em situação de rua na Casa de Acolhida São José, no São Francisco. Elas receberam informações sobre autocuidado, testagem para prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), indicação e implantação de contraceptivos de longa duração e exames da saúde bucal.

Também foram feitos exames de mama e coleta de preventivo do câncer de colo do útero. Todos esses serviços foram ofertados durante um café da manhã para celebrar a data.

Ex-moradora de rua e com sonhos de encontrar um trabalho e um local próprio para morar, Valdineia da Silva Martins, 39 anos, participou das atividades. Fez testes de Aids/HIV, sífilis, hepatites B e C, recebeu informações sobre contraceptivos e tirou dúvidas sobre como seguir o tratamento para a pressão alta, tireoide e as crises de ansiedade diretamente em uma Unidade de Saúde.

“Foi especial esse convite para comemorar o Dia da Mulher aqui.  É bom ver que outras mulheres estão tendo ajuda”, diz Valdineia, que atualmente mora em um pensionato com seu companheiro.

Ela é frequentadora da Casa de Acolhida São José e era atendida pelo Consultório de Rua, onde recebeu incentivo para manter os tratamentos e estreitar o vínculo com a Unidade de Saúde. “Estou organizando minha vida”, fala.

Foto: Levy Ferreira/SMCS

O Consultório de Rua é um serviço itinerante da SMS para atendimento a pessoas em vulnerabilidade social. As equipes de Saúde circulam pela cidade em um trailer adaptado para prestar serviços como vacinação, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite C, entrega de medicamentos e acompanhamento de doenças crônicas, em quatro paradas fixas (Largo da Ordem, praças Rui Barbosa e Santos Andrade e Terminal Boqueirão).

Autoestima e autocuidado

A coordenadora do Consultório de Rua, Letícia Reis, conta que levar todos esses serviços para o mesmo lugar e convidar as mulheres para usufruírem de uma manhã de cuidado é uma forma de incentivar a autoestima desse público.

“Quisemos celebrar com elas esse dia que é de todas com a oferta de informações sobre autocuidado, o que é extremamente fundamental para esse público mais vulnerável, especialmente com informações de prevenção de doenças”, destaca Letícia.

Para a coordenadora da Casa de Acolhida São José, a irmã Vanilza Maria Bueno, a parceria com a SMS para esta ação contribui duplamente para a vida dessas mulheres em situação de rua. “Elas se sentem valorizadas ao ver que preparamos tudo especialmente para elas e também se permitem um cuidado essencial, o da própria saúde”, disse.