Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Curitiba, PR
Clima
19.1ºC
Massa News, notícias do Paraná e do Brasil

Museu Paranaense oferece programação gratuita de férias para crianças e adolescentes

Redação

Redação

Crianças e adolescentes que estiverem de férias em Curitiba no mês de janeiro poderão curtir uma série de atividades gratuitas no Museu Paranaense (MUPA). A programação inclui oficinas, ações educativas, observação de abelhas e contação de histórias, do dia 12 ao dia 22 de janeiro.

Foto: SEEC

Todas as atividades propõem o estímulo à observação, criação e investigação com uma abordagem pedagógica a partir da programação em cartaz no Museu. As atividades ações vão ocorrer nos períodos da manhã e tarde. São destinadas para crianças e adolescentes de 3 a 14 anos, e todas contam com intérprete de Libras. Haverá também uma mesa-redonda voltada ao público adulto.

Museu Paranaense tem ação educativa na exposição “ainda sempre ainda”

12, 14 e 19 de janeiro – Manhã: das 10h às 11h30 / Tarde: das 14h às 15h30. Classificação indicativa: a partir de 6 anos

A proposta para esta visita mediada e oficina é instigar os participantes a criarem novas palavras e significados a fim de propor um novo imaginário para pensar questões sociais, ecológicas e suscitar outras maneiras de pensar sobre o mundo. Essa atividade parte de questões levantadas na exposição “ainda sempre ainda”, individual da artista mineira Marilá Dardot. Os novos vocábulos propostos podem significar um desejo para o futuro ou um novo significado para uma palavra já existente, feitos a partir de recortes de revistas e jornais. Ao final da atividade, a palavra criada será incluída em um “Dicionário para os próximos 200 anos” construído durante a permanência da exposição no MUPA. Inscrições através do Sympla. A oficina do dia 14/01 (período da tarde) contará com intérprete de Libras.

Observação de abelhas no Museu Paranaense

13 e 15 de janeiro – Manhã: das 10 às 12h / Tarde: das 13h às 15h. Classificação indicativa: a partir de 3 anos

A oficina destinada aos pequenos é um convite a imergir no mundo das abelhas sem ferrão e nativas do território brasileiro. O MUPA possui em seu jardim quatro espécies de abelhas nativas (Jataí, Tubuna, Mandaçaia e Manduri). A atividade começa com uma contação de histórias sobre a vida das abelhas, que aborda o habitat desse inseto e conta como funciona o processo de polinização, bem como sua importância para o ciclo da cadeia alimentar e reprodutiva das plantas. Não é necessário inscrever-se previamente para participar.

Oficina “Ser Pesquisador, Ser Pesquisadora – Ephemera/Perpétua”

20 de janeiro – Manhã: das 10h às 11h30 / Tarde: das 14h às 15h30. Classificação indicativa: a partir de 6 anos

A atividade “Ser Pesquisador, Ser Pesquisadora” está ligada à exposição Ephemera/Perpétua e é formada por uma visita mediada e atividade prática. Nela, os participantes são instigados pelas educadoras a pensar sobre o que são pesquisas científicas, a história do museu e são convidados a fazer registros sobre sua visita e descobertas por meio de uma carta destinada a um visitante do futuro. Inscrições através do Sympla.

Museu Paranaense tem mesa-redonda “Costurando narrativas”

21 de janeiro às 14h. Classificação indicativa: público adulto.

A exposição “Ante ecos e ocos”, inaugurada no Museu Paranaense em novembro do ano passado, é fruto de uma curadoria compartilhada de pesquisadores, artistas e educadores negros a partir do acervo afro-paranaense do MUPA. Essa atividade é a primeira ação estendida vinculada à exposição e destaca o grupo de mulheres por trás do conjunto de bordados presente na mostra. Bordados estes produzidos por cinco mulheres de Curitiba e Região Metropolitana, mesclando as experiências do contato com o acervo e sua própria trajetória e história de vida. Não é necessário inscrever-se previamente para participar.

Contação de histórias com Samara Rosa

22 de janeiro das 10h às 11h. Classificação indicativa: livre. Das profundezas do mar ao voo entre as nuvens, quantas histórias populares contadas no Brasil têm conexão com África?

Histórias que serão contadas:

– Kianda.

– Como a tartaruga tem o casco remendado.

Samara Rosa é mestranda em Educação na UFPR, contadora de história, professora na rede pública de Curitiba e bonequeira (confecciona bonecas negras de pano com sua família), atuando também como pesquisadora no grupo Erêya. Já representou o Brasil em evento internacional de contos orais na Patagônia (Argentina). Em parceria com a Unicef gravou 10 episódios de podcast de contos afro-brasileiros no DEIXA QUE EU CONTO Afro-Brasileiro. Suas narrativas trazem representatividade e muitas memórias afetivas. Não é necessário inscrever-se previamente para participar. Esta atividade contará com intérprete de Libras

Serviço

Férias no MUPA

De 12 a 22 de janeiro de 2023

Atividades nos períodos da manhã e tarde para crianças e adolescentes de 3 a 14 anos, exceto a mesa-redonda do dia 21/01, que é destinada ao público adulto

Endereçõ: Rua Kellers, 289, São Francisco – Curitiba

Entrada gratuita

Mais informações: (41) 3304-3300

Informações da Agência Estadual de Notícias

Entre no grupo do Massa News
e receba as principais noticias
direto no seu WhatsApp!

Compartilhe essa matéria nas redes sociais

Ative as notificações e fique por dentro das notícias

Dá o play Assista aos principais vídeos de hoje
Colunistas A opinião em forma de notícia