Novas imagens mostram suspeitos de matar gerente; homem estava em ponto de prostituição no momento do crime

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou novas imagens de câmeras de segurança que mostram a movimentação de Walter Luiz Mariano Machado antes de ser morto no próprio carro, no último sábado (28), em Curitiba.

O gerente de vendas foi morto por um objeto cortante, que fez um ferimento no pescoço.

Nas imagens, é possível identificar o carro de Walter estacionado na esquina da Rua Lamenha Lins com a Avenida Presidente Getúlio Vargas. O ponto é conhecido por prostituição.

A DHPP acredita que havia uma mulher com Walter, já que é possível ver ela passando pelo carro e, em seguida, entrando em um veículo branco, que estava estacionado mais a frente da rua.

Nas mãos da mulher há um objeto pontiagudo, mas que ainda não foi identificado.

As câmeras também mostram que no momento em que Walter está estacionado, supostamente com a mulher no carro, dois homens em situação de rua se aproximam do veículo.

Quando a mulher entra no veículo branco, outra câmera de segurança mostra que Walter dá a ré e começa a seguir os homens em situação de rua.

Nas imagens, os homens aparecem correndo. Walter os alcança, desce do carro com a mão no pescoço, fala alguma coisa para um deles e volta para o carro. Nesse momento, é possível notar que ele cai no banco do passageiro e morre.

Há a suspeita de que a mulher ou os homens em situação de rua podem ter matado Walter. A polícia está tentando indentificar os suspeitos e segue investigando o crime.