Obra emergencial no Arroio Cercado deve conter erosão no Pinheirinho

Equipes do Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop) de Curitiba coordenam trabalhos para evitar erosões no bairro Pinheirinho. Para recompor parte da margem, teve início a obra emergencial no Arroio Cercado, localizado no encontro das ruas Zakarias Liteka e Cid Marcondes Albuquerque. A queda do talude aconteceu depois de um dia de forte chuva.

Iniciada no dia 16 de maio, de forma emergencial, a intervenção ocorre em um trecho de aproximadamente 25 metros de extensão, com a implantação de sistema de contenção com tubos de concreto de 3 metros de altura.

“A ação é necessária para conter o processo erosivo e evitar prejuízos”, explica o diretor do Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria Municipal de Obras Públicas, Augusto Meyer Neto.

Prevenção

A erosão é causada pelo processo de desgaste e sedimentação do solo. Como é cortada por muitos rios e é uma cidade úmida, com longos períodos de chuvas, Curitiba enfrenta muitos efeitos da instabilidade do solo.

Para prevenir problemas dessa origem o Departamento de Pontes e Drenagem mantem ações constantes de drenagem que, entre outras ações, prevê a construção e manutenção de estruturas de contenção das margens dos rios.