Pai e filho tentam trocar aparelho e são esfaqueados por dono de loja de som; câmeras mostram outra versão

No último sábado (4) Robson Basso, 49 anos, e Guilherme Basso, 20 anos, foram até uma loja de som, localizada no bairro Pinheirinho, em Curitiba, para trocar um sistema de som, que haviam instalado no carro há sete meses.

Segundo informações do pai e filho, o equipamento custou R$ 3.800. O aparelho tinha garantia de um ano. No entanto, com sete meses de uso, o auto-falante estragou.

De acordo com o relato, eles tentaram fazer a troca duas vezes. Na primeira, apenas Guilherme foi até a loja. Ao chegar no local, o proprietário Wesley Ferancini, 33 anos, não quis fazer a troca do equipamento e nem devolver o valor.

Na segunda tentantiva, pai e filho foram até o comércio. Mais uma vez, Wesley negou a troca. Nesse momento, segundo relato de Robson, o dono do estabelecimento jogou os equipamentos no chão e gritou para os dois saírem da loja. Eles afirmam que Wesley pegou uma faca e foi para cima dos dois. Guilherme tentou defender o pai e levou uma facada na mão e na perna. Robson também foi ferido nas mãos.

No entanto, imagens de câmeras de segurança de dentro da loja mostram uma história diferente. Nas imagens, é possível ver que Guilherme e Robson invadem o espaço do lojista e ameaçam jogar um objeto nele.

Segundo Wesley, ele pegou a faca para se defender. Ele também diz que Guilherme afirmou que modificou o aparelho vendido. O jovem disse para o dono da loja que o som parou de funcionar depois que ele trocou alguns equipamentos em outro estabelecimento. Dessa forma, a garantia teria sido perdida, já que o aparelho de som não era mais o mesmo que foi vendido.